Páginas

sábado, 19 de setembro de 2015

AINDA SOMOS MAIS: NÃO COMPRE UM BRINQUEDO, COMPRE UM PUTO



Fetiches, Fantasias, brincadeira, jogos sexuais.
Quando pensamos em realizar algo assim, pensamos logo em: Com quem posso realizar? Automaticamente, precisamos de um parceiro para brincar de fazer "algo diferente".
Masturbação, quando realizada com outra pessoa, acaba tomando proporções bem mais intensas. Sinal, que é ainda o toque, o pulsar, os hormônios que possuímos , que nos dão prazer, quando em contato com o objeto do desejo.

Nunca pensei em fazer uso de objetos modernos, para simular relação sexual, ou proporcionar prazer. Não que eu seja contrário aos que praticam, mas acho que somos milhões no mundo e temos algo que esses objetos jamais terão: Capacidade de amar e sentir emoção!

Quando transamos com um boy, mesmo que ele se comporte como um desses bonecos, no fundo sabemos que tal comportamento é social. Sabemos que o biológico, está ali, pulsando, quente. Mesmo que ele faça uso de substâncias pra sentir estímulo, sabemos que é por outros fatores, como intensa jornada de trabalho, por questões de afinidade com quem se está transando.

Mesmo que o boy esteja ali por algumas das cédulas que sairão da sua carteira, você está ouvindo alguns gemidos e é lúcido o suficiente para saber o que é espontâneo ou não. O suor diz algo, o corpo transmite mensagens. 

Ptints extraídos de vídeo do site www.hotboys.com.br


Lembrei agora de um conhecido, André.(nome ta na roda, bicha)
Ele não vive sem um consolo. Se dá ao trabalho de usar e higienizar para guardar. Fico pensando: Será que junta queijinho? E quando cansa do brinquedo, o que faz? dispensa no lixo? Doa prazamigas?
Somos  milhões no mundo e apesar das dificuldades que colocamos e exigências insanas que fazemos, somos capazes de dar, vender, doar, momentos e sensações, que só nosso corpo é capaz de porporcionar.


A economia do país não vai bem, o índice  de desemprego só aumenta. Considere que cada brinquedo custa em média 40,50 reais...
Já dá pra você pegar um boy mediano, e assim ajudar seu país a sair do buraco que se encontra.
Vai aos comentários e pega seu brinquedo.



4 comentários:

  1. https://www.sendspace.com/file/ztajwd

    ResponderExcluir
  2. Caramba! Indica aó onde se encontra boy médio por 40 reais! Aqui no Rio um médio tá pelo menos uns 150!

    ResponderExcluir
  3. Nossa!! 150 no mediano??
    Eu pensando em ir pro Rio...
    Partiu Curitiba!

    ResponderExcluir
  4. Uma vez paguei boquete em um boy por 20 reais...
    Acho que ele estava começando a entrar no ramo e dava "descontos" para a degustação.
    Hoje não sei mais dele.
    Entretanto, 150 reais fica fora do meu orçamento. Crise tá feia pra ficar pagando sexo.
    Hugo

    ResponderExcluir