Páginas

domingo, 27 de maio de 2018

O GORDINHO SALIENTE BRUTO


O DIA SEGUINTE



Conforme prometido, no dia seguinte, por volta das 13 horas, la estava ele me chamando no Whatsapp, perguntando se estava confirmado para aquela noite.
Diante da minha resposta positiva, pediu para eu avisar a hora que eu poderia encontrar com ele. No final da tarde, pronto para o abate, eu o chamei e marcamos para umas 19.
Viemos direto para minha casa ( Eu sempre aconselho a tomar os devidos cuidados, mas eu mesmo acabo trazendo)
Dissera que era Hetero, mas gostava no sigilo( morro com essas coisas, mas virou moda...seja lá o que quiser, me comendo, tá ótimo!Fiz papel de bobo. Assim que chegamos, liguei uma TV e nela abri um filme pornô. De longe eu ja já ouvia o grito da sua mala, quase rasgando uma roupa que ja nem lembro mais. Seus olhos sequer foram lançados a algo que não fosse de carne e osso, mas osso do que carne, nesse caso!
Sentou no sofá e sacou aquele cacetão, duro! Duro, muito duro! Eu não sabia se corria pra cima ou pra fora de casa. Me pegou pela mão e carinhosamente, me fez cair de boca naquilo que em seguida eu seria quase obrigado a suportar. Eu mereço ser punido!
Mamei. Muito. Até ficar cansado e simplesmente deixar a rola dura, ali, entregue a ninguém. Seu fogo me impressionava. 
" Vamos pro quarto pra você ficar mais confortável", pediu.
Na cama, deitou de pernas abertas e me fez mamar mais e mais. Eu mamava e ele enlouquecia:
" Puta, cachorra, minha puta, vai mamar sempre"
"Achei o que queria, porra", urrava ao mesmo tempo que forçava o corpo em movimento, contra minha boca. 
Que bruto! Eu me sentia a última gasolina do posto, pois ele usava a minha e sua boca, seus dedos, tudo ao mesmo tempo. Estava delicioso, mas eu sentia que não aguentaria aquela rola. É grosso o caralho, além de grande. 
Tentou me pegar de 4. Sem sucesso. Enquanto eu me sentia a virgem inexperiente, fui tomado por lembranças e desafios que já passei. Não ia fazer a fraca. Fugi da posição, fiz um pouco de dengo e disse que não aguentaria.
Deitou novamente e me puxou pra cima do seu corpo, me beijando o pescoço. Aos poucos, fui me acomodado e sentando no caralho. Aii que delícia...amaciando, gemendo feito puta, propositalmente.
" Não geme assim, puta, depois não aguenta, não me provoca"
Pronto: Eu estava diante de um macho como muitos de nós gosta. Um macho roludo, que pega forte, que domina e o melhor de tudo, que come com tesão. 
Tentei, me contorcia, gemia e ouvia: Senta, quero te ver chorando na minha rola. Viaduuuu....Que delícia! Porra!! Sentei, deitadinho de frente pra ele, segurando em seus ombros e beijando seu pescoço. Provoquei o macho. Deu umas metidas gostosas e quando percebi eu estava quase chorando mesmo. Ele queria me pegar de 4. Tentamos mas não dei conta. Pedi pra sentar. Deitou na cama com os pés no chão e me deu colo. Ai que rola...aquelas coxas fartas serviam como uma boa poltrona pra Madame! 
" Senta tudo...tudo...vai, engole esse pau, senta com vontade"
" Vai fugir da rola? Aguenta...aguenta esse pau...gemia e berrava"
Dei de bunda pra cima na esperança que ele pudesse gozar e acabar logo com aquilo. Eu estava assado já e sabia que não gozaria, não naqueles rítmos dele.
Subiu em mim e quando começou a bombar, eu forcei seu corpo e escapei. Confesso, fiz a fraca! 
Expliquei que já estava assado e que ele precisava gozar logo.
Me acalmou, fez uns carinhos e deitou sobre meu corpo. Ele tem aquele jeito gostoso de te comer sem você querer dar. Foi me pegando, se ajeitando e quando me dei conta, ele estava me comendo de frango. Porra! Todo encaixado no meio das minhas pernas cansadas e escancaradas. Ele metia e gemia. Bombava com aquele barulho que me enlouquece e quando eu não mais aguentava, tentei fugir.
" Ah não, agora eu vou gozar, porra" disse enquanto me prendia e fazia movimentos mais intensos...a ponto da cama fazer barulho. Seus urros não me deixaram contar as latejadas que senti. Continuei ali, deitado, de pernas abertas e bambas e ele ainda dentro...suado e deitado sobre meu corpo. Ficamos conversando um pouco, abraçados e o pau estava gritando de novo. Comecei mamar e gozei dessa forma.

"Agora você achou um homem. Sempre vai ter rola pra você chupar e dar"


MK

2 comentários: